logo.gif







Características do Sol

dreamstimefree_5370754a.jpgO nosso Sistema Solar consiste e é nomeado por uma estrela média chamada Sol. Essa estrela é a fonte mais rica de energia electromagnética, principalmente sob a forma de calor e luz. Em suas proximidades, há uma estrela anã avermelhada denominada Proxima Centauri, distante apenas a 4,3 anos luz. Mas o que vem a ser anos luz? Esse referencial é uma unidade de medida utilizada em astronomia, que corresponde à distância percorrida pela luz em um ano, no vácuo.


O Sol é uma estrela caracterizada por um brilho intenso. Esse brilho teve início quando o núcleo do astro atingiu 10 milhões de graus Celsius, temperatura suficiente para iniciar reações de fusão nuclear. Essa radiação gerou um vento solar fortíssimo, conhecido por “onda de choque”, espalhando o gás e a poeira restantes das redondezas da recente estrela para os planetas que acabaram de se formar a partir de enormes colisões. Estima-se que o Sol tenha se formado há 5 bilhões de anos.


As distâncias entre as órbitas dos planetas e o Sol são ordenadas, ou seja, são crescentes, de modo que o espaço entre cada planeta é aproximadamente o dobro do espaço anterior. Matematicamente, essa relação é expressa por uma fórmula chamada Lei de Titius-Bode.


Em relação às proporções de massa, o Sol contém 99,85% de toda a matéria do Sistema Solar. No entanto, ele é uma das estrelas mais pequenas do universo. Em relação ao planeta Terra, é um milhão de vezes maior e encontra-se a cerca de 150 milhões de quilômetros de distância dela. Em seu interior, ocorrem reações químicas como a fusão entre átomos de hidrogênio. Sua superfície é chamada de fotosfera e é lá onde se originam luz e calor. Tal estrela é envolvida por uma camada de gases. Quimicamente, o Sol é formado por hidrogênio e outros poucos elementos.


dreamstimefree_1509745aO tempo entre a emissão de luz e sua chegada à Terra é de 8 minutos, sendo tão intensa que não permite a visão de outros astros durante o dia. A cada 11 anos, essa estrela passa por um período de extrema agitação, enviando tempestades carregadas de eletricidade para a Terra. Além dessas descargas elétricas influenciarem nos sistemas eletrônicos do nosso planeta, essas ondas de energia criam as conhecidas Aurora Boreal e Austral, em que o ar brilha nas regiões próximas aos polos magnéticos da Terra, gerando no céu um espetáculo de luzes e cores.


Diâmetro: 1.4 milhões de quilômetros

Massa: 300 mil vezes maior que a massa do planeta Terra

Temperatura: 15.000.000º C